SÃO JOÃO

 

O Batismo de Cristo, quadro dos artistas Andrea del Verrocchio e Leonardo da Vinci que mostra São João Batista batizando Jesus Cristo.

João Batista teria sido o primo de Jesus, que o teria batizado no rio Jordão. 

A palavra batismo significa mergulho, o que nos informa que o ritual adotado pelos cristãos primitivos era imergir o novo convertido nas água, como símbolo de morte e ressurreição.  O quadro ao lado, por ser pintado por católicos, mostra João despejando água na cabeça de Jesus, porque, quando de sua pintura, a igreja já havia mudado o ritual. 

 

Assim diz a tradição cristã:

 

"O aprisionamento de João ocorreu na Pereia, a mando do Rei Herodes Antipas I no 6º mês do ano 26 d.C.. Ele foi levado para a fortaleza de Macaeros (Maqueronte), onde foi mantido por dez meses até ao dia de sua morte. O motivo desse aprisionamento apontava para a liderança de uma revolução. Herodias, por intermédio de sua filha, conseguiu coagir o Rei na morte de João, e a sua cabeça foi-lhe entregue numa bandeja de prata e depois foi queimado em uma fogueira numa das festas palacianas de Herodes.   Os discípulos de João trataram do sepultamento do seu corpo e de anunciar a sua morte ao seu primo Jesus." (Wikipédia).

 

Essa é a razão da fogueira que fazem nesse dia.

 

Até o presente, jamais foi encontrada, fora dos escritos cristãos, referência da época  a João Batista, assim como não se encontrou sobre Jesus e seus apóstolos. Todavia, os cristãos escreveram isso, e o catolicismo o comemora desde não se sabe quando.

 

Ver mais sobre JOÃO BATISTA DE JESUS
 

Ver mais DATAS

 

Ver mais RELIGIÃO

 

..

.